' ANGICO NO AR

sábado, 23 de junho de 2018

Elemento é preso após levar companheira já morta para UPA em Salvador

A balconista Isabel Cristina Moraes, 35 anos, foi agredida e morta por asfixia no bairro de Itapuã, em Salvador, na noite de sexta-feira (22). Seu ex-marido, Jairo Fernandes, foi preso como principal suspeito do crime. Por volta das 20h, policiais militares da 15ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM /Itapuã) foram acionados para atender a uma ocorrência na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro, após denúncia de homicídio. “Quando chegou ao local a guarnição foi informada pelos médicos da unidade que o companheiro da vítima prestou socorro a ela, já sem sinais vitais, e não informou o que havia ocorrido, porém foi constatado pelos profissionais de saúde que havia acontecido um homicídio. O suspeito foi conduzido para a Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) para prestar esclarecimento”, afirmou a PM, em nota.

Isabel tinha duas filhas. Através das redes sociais, uma das filhas de 15 anos prometeu lutar para que outras mulheres não tenham o mesmo destino da mãe. “Minha mãe, pai, amiga, vida, princesa, rainha (às vezes inimiga). Definitivamente nunca estamos preparados para perdemos alguém tão importante, principalmente quando esse alguém nos concedeu a vida. Eu sei que você partiu lutando. Lutando como muitas mulheres lutam há muito tempo. Sei também que não importa onde você esteja, cuidará de mim e de minha irmã com seu jeitinho marrento de sempre. Obrigada pelos 15 anos em que nunca me desamparou. Estaremos sempre com você, minha Bebel. Te prometo que o que eu puder fazer para ajudar pessoas que passam pela mesma situação que a sua, farei. Honrarei teu nome, tua história. Descanse nos braços do pai. Eu te amo. Para sempre”, escreveu a adolescente. O corpo de Isabel foi enterrado neste sábado (23), às 16h30, no Cemitério Campo Santo, na Federação.

Pelo menos 22 candidatos são mortos antes das eleições no México

Janine Otálora falou sobre crime organizado
A pouco mais de uma semana das eleições gerais no México, marcadas para o próximo dia 1º, pelo menos 22 candidatos e pré-candidatos foram assassinados no país. Em todos os casos, as investigações apontam para o crime organizado. No caso do México, o crime organizado é associado diretamente à ação dos cartéis.

Há, ainda, informações que mais de uma centena de candidatos e pré-candidatos sofreram algum tipo de agressão. Em meio a dados não confirmados oficialmente, há indicações que os números de mortes pode chegar a 47.

De acordo com a agência antidrogas dos Estados Unidos (DEA), os cartéis mexicanos são os principais provedores de drogas para o mercado norte-americano. Em relatório divulgado ano passado, a DEA informou que as organizações criminosas multinacionais mexicanas são um desafio.

A presidente do Tribunal Eleitoral do Poder Judicial da Federação, Janine Otálora, disse que o crime organizado “atua com premeditação” para decidir o assassinato de quem vai concorrer às eleições. Segundo ela, a violência marca a campanha eleitoral deste ano no México.

Em 1º de julho, os mexicanos irão às urnas para escolher o presidente da República, deputados federais e senadores, além de representantes em 19 departamentos. No México, o Senado tem 128 assentos e a Câmara Federal reúne 500 parlamentares.
Fonte: Correio

Jogador de futebol mata transexual para esconder relação entre os dois

A transexual foi encontrada morta na manhã desta quinta-feira (21) às margens do Rio Uruguai, em São Borja, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. A vítima foi identificada como Thalia Costa Barboza, de 33 anos. Conforme a polícia, ela foi morta a pauladas por Douglas Gluszszak Rodrigues, de 22 anos, que jogava futebol pela Associação Esportiva São Borja, time que disputa a Segunda Divisão do Campeonato Gaúcho. O suspeito foi preso em flagrante na manhã desta quinta e, de acordo com o delegado Marcos Ramos Vianna, confessou o crime, mas não informou a motivação. Em depoimento, Douglas disse que só vai falar em juízo, de acordo com seu advogado, Walter Prieb. A polícia investiga a motivação.

Na tarde de quinta-feira (21), o advogado ainda aguardava a homologação do flagrante de Douglas, para decidir sobre medidas em relação à prisão do jogador. Douglas está na Penitenciária Estadual de São Borja, de acordo com a defesa. “Eles tinham uma relação recente, de aproximadamente 15 dias. Mas ainda não sabemos por que ele matou ela”, diz o delegado. A polícia chegou até o atleta, natural de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, por meio de câmeras de segurança. Os dois aparecem chegando juntos a um apartamento. Os documentos da vítima, além do carro dela, foram encontrados próximo à residência onde o suspeito morava, junto com outros colegas de equipe.

“Conversamos com uma senhora que faz a limpeza do apartamento e ela relatou que achou uma toalha suja de sangue no local. O suspeito também está com as mãos cortadas, provavelmente das agressões”, conta Vianna. A polícia trata o caso, inicialmente, como homicídio qualificado, devido à forma cruel como a vítima foi morta. O crime causou comoção na cidade, porque Thalia era conhecida pela atuação em defesa da igualdade de gênero. Ela trabalhava como vendedora de títulos de capitalização. “Ela era uma pessoa muito positiva, respeitada e amiga de todo mundo aqui na cidade”, confirma o delegado responsável pela investigação.

Time se manifesta
O diretor de futebol da Associação Esportiva São Borja, Eduardo Rocha Santos, disse ao G1 que a prisão pegou a todos de surpresa. Conforme ele, policiais civis foram até o clube pela manhã e informaram sobre a situação. Douglas treinava normalmente até então. “O clube prontamente abriu as portas. Levamos o Dougals até a polícia para prestar esclarecimentos, e prestamos todo o auxílio que a polícia precisou, abrimos o alojamento onde o Douglas morava…”, disse o dirigente. De acordo com Eduardo, o jogador chegou ao clube no fim de março, e atua na equipe desde abril. Ele morava junto com outros 16 atletas em um alojamento na cidade. “A gente sempre está olhando, está em cima, e até o presente momento não tínhamos percebido nada. Fazemos checagem policial, e não tinha nenhum antecedente. O clube ficou abalado, ele fazia parte do grupo”, acrescentou. Eduardo também disse que a família do atleta viaja até São Borja para acompanhar a situação. “Estamos sem saber o que aconteceu. O clube não comunga com isso, foi uma coisa fora dos parâmetros”, comentou.

Carga de cocaína avaliada em R$ 30 mil é apreendida em Feira de Santana

Uma carga de cocaína avaliada em R$ 30 mil foi apreendida por cães farejadores das Rondas Especiais (Rondesp) Leste e equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na noite de sexta-feira (22), durante abordagens a veículos, na BR-116 Sul, em Feira de Santana. As informações foram divulgadas pela Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Os policiais faziam a ação integrada preventiva quando determinaram a parada do veículo modelo Gol, placa PJA-4405. Embaixo dos bancos os cães farejadores localizaram dois tabletes de cocaína. Douglas dos Santos Silva e Jose António Rodrigues da Silva foram presos em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Em depoimento preliminar informaram que a droga saiu de Santo Estevão com destino final a cidade de Ribeira do Pombal. "Investimos na capacitação dos cães e, mais uma vez, eles não decepcionaram. Importante ressaltar também a parceria com a PRF", declarou o comandante do Policiamento na Região Leste, coronel Luziel Andrade.
Fonte: Bocão News

Onze quilos de maconha são achados enterrados em quintal em Irecê; dois são presos

Onze quilos de cocaína foram achados enterrados no quintal de uma casa na cidade de Irecê, região da Chapada Diamantina, na Bahia. De acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), o flagrante ocorreu na noite de sexta-feira (22), após denúncias. Conforme a SSP, dois suspeitos de tráfico foram presos por equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Semiárido. A Secretaria informou que, quando os militares chegaram na casa indicada pelo denunciante, no bairro Vila Nobelino, os dois homens correram e tentaram fugir pelos fundos do imóvel, mas foram alcançados. Eles foram identificados como Alan da Conceição, 23 anos, e Lucas Gomes, 21. Em depoimento preliminar, a dupla informou que as drogas estavam enterradas. Após escavação, os PMs acharam os 11 kg de maconha distribuídos em sacos e uma balança. A dupla e as drogas foram apresentadas na Delegacia Territorial de Irecê.

Brasileiro é preso em estádio na Rússia por crime cometido no Brasil

Um brasileiro de 31 anos foi preso, nessa sexta-feira (22), no Estádio Krestovsky, em São Petersburgo, na Rússia. Ele esteve no local para acompanhar o jogo entre Brasil e Costa Rica, mas acabou detido pela Polícia Federal (PF). Segundo informações da Agência Brasil, havia um mandado de prisão em aberto contra ele por determinação da 1ª Vara Federal Criminal do Espírito Santo. O homem, cuja identidade não foi revelada, é acusado de participar do roubo de uma agência dos Correios no município de Itarana (ES), com apoio de outros dois comparsas. No crime, ocorrido em 22 de março de 2017, foram levados mais de R$ 26 mil dos cofres da agência. Incluído na lista de difusão vermelha de procurados pela Interpol, o brasileiro utilizava um passaporte italiano. De acordo com a publicação, sua prisão foi cumprida por policiais federais enviados para o Centro Internacional de Cooperação Policial (CICP), em Moscou. Como os agentes atuam em conjunto com as autoridades russas, foi possível identificar e localizar o foragido, que poderá ser extraditado para o Brasil.

Três anos sem Cristiano Araújo: empresário e filhos ainda brigam na Justiça por dinheiro

Após três anos da morte do cantor Cristiano Araújo, seus dois herdeiros ainda não receberam o valor do seguro do carro do artista. Segundo a justiça, o dinheiro está na conta do processo do inventário. De acordo com o G1, os responsáveis por João Gabriel, de 9 anos, e Bernardo, de 5 anos, filhos do sertanejo, estavam disputando o valor com um empresário, que não teve o nome divulgado. Informações dão conta de que a Range Rover do cantor ainda estava vinculada ao homem. “Nós comprovamos com documentos fornecidos pela família, algumas informações que a gente tinha na época e no processo que surgiu sobre a propriedade do veículo. Conseguimos provar que o veículo, apesar de estar em nome de uma empresa, não do falecido, pertencia a ele”, contou o advogado da mãe de Bernardo, Luiz Fernando Freitas Pires. A advogada Marly Marçal, que representa o empresário, disse que seu cliente adquiriu o carro à vista, para uso próprio, mas que ficou apenas dez dias com o veículo. Temendo pela segurança de Cristiano, com quem trabalhava, ele resolveu cedê-lo para a realização das viagens. “Um dia, meu cliente viu que o Cristiano estava indo para os shows em uma caminhonete mais velha. O Cristiano uma vez deu uma volta no carro e se apaixonou. Então, preocupado com a segurança dele, o empresário resolver repassar o veículo”, disse Marly. Além disso, o inventário do músico não deve ser finalizado ainda em 2018. O processo está em andamento e ainda não tem prazo para terminar. Cristiano e a namorada, Allana Moraes, morreram em um acidente de carro em 2015. O empresário Victor Leonardo e o motorista Ronaldo Miranda, que também estavam no carro, ficaram feridos.
Com informações do G1

Prefeituras baianas sofrem redução de 30% em repasses federais


Foto: Bahia Notícias
O valor do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) destinado às prefeituras baianas em, junho foi 26,3% menor do que a do mesmo período no ano passado. De acordo com informações da Coluna Satélite, do Jornal Correio, a segunda parcela deste mês foi de R$ 161,5 milhões, contra R$ 219,3 milhões no ano passado. A queda é atribuída à greve dos caminhoneiros, que provocou problemas de arrecadação.