' ANGICO NO AR: Moro torna Lula réu pelo sítio de Atibaia

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Moro torna Lula réu pelo sítio de Atibaia

Depois de condenar o ex-presidente Lula a nove anos e meio de prisão pelo chamado "triplex do Guarujá", numa polêmica decisão, o juiz Sérgio Moro tornou o ex-presidente réu pela terceira vez nesta terça-feira; agora, o juiz de Curitiba aceitou denúncia do Ministério Público no caso do sítio de Atibaia, no interior de São Paulo; segundo a nova acusação, a Odebrecht, a OAS e também a empreiteira Schahin gastaram R$ 1,02 milhão em obras de melhorias no sítio em troca de contratos com a Petrobras; a denúncia inclui ao todo 13 acusados, entre eles executivos da empreiteira e aliados do ex-presidente, até seu compadre, o advogado Roberto Teixeira.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva virou novamente réu em investigações da Lava Jato. Nesta terça-feira (1), o juiz federal Sergio Moro aceitou a denúncia feita pelo Ministério Público Federal contra o político pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro nas obras do sítio em Atibaia, no interior de São Paulo.

A nova denúncia alega que foram gastos por Lula, a Odebrecht, OAS e pelo pecuarista e amigo do ex-presidente, José Carlos Bumlai, R$ 1,02 milhão em obras no sítio Santa Bárbara em troca de assinaturas de contratos com a Petrobrás. A acusação ainda aponta outros 13 nomes, incluindo aliados de Lula.

Em 12 de julho o petista foi condenado por Moro a nove anos e meio e prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex, no Guarujá (SP). Esta condenação foi a primeira contra um ex-presidente do Brasil.
Fonte: Varela Noticias