' ANGICO NO AR: Assassinato de jovem em Conceição do Jacuipe pode ter sido “queima de arquivo”

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Assassinato de jovem em Conceição do Jacuipe pode ter sido “queima de arquivo”

O assassinato da jovem Raiane dos Santos Nóbrega Oliveira, 23 anos, ocorrido na madrugada desta quinta-feira (23), na rua 7 de Setembro, em Conceição do Jacuipe, pode ter relação com o desaparecimento de Géssica Brito da Silva, 24 anos, desde o dia 17 passado, naquela cidade. Raiane teria saído com a jovem desaparecida e morreu horas depois de prestar depoimento à polícia.

Essa hipótese é levantada pelo delegado Jean Souza, titular da Delegacia Territorial de Conceição do Jacuipe. Em entrevista ao site Jacuipe Notícias, o delegado que esse crime pode ter sido cometido como ‘queima de arquivo’. “Esse homicídio foi justamente para ocultar os autores do suposto desaparecimento de Géssica”, declarou.

Jean Souza informou que serão ouvidas testemunhas para tentar identificar os criminosos e provas no local do crime. O delegado relatou ainda que o crime tem característica de execução feita por matadores profissionais. “Parece ‘trabalho’ de profissionais, essa execução, uma queima de arquivo e onde os suspeitos estavam encapuzados, usando luvas, usaram revólveres, como se fossem pessoas que já trabalham como esse tipo de crime”, concluiu.

Segundo a polícia, Raiane estava em sua residência quando surgiram três homens encapuzados em um veículo de cor branca, sendo que dois desceram e arrombaram o portão da frente e tiveram acesso à casa que fica nos fundos. Em seguida arrombaram a porta da frente da casa e dos quartos, localizando a vítima que tentou se esconder atrás da porta e efetuaram vários disparos atingindo a jovem na cabeça, tórax e costas.

Ainda de acordo com a polícia, Raiane estaria envolvida no desaparecimento de Géssica Brito da Silva, e chegou a ser ouvida na Delegacia de Conceição do Jacuipe, na última terça-feira (21). A polícia não revelou o teor do depoimento de Raiane.

Segundo as investigações, Géssica saiu de casa por volta das 20h de sexta-feira (17), na companhia de uma amiga (Raiane) para se encontrar com alguém e após entrar em um veículo, desapareceu.

Familiares de Géssica contaram à polícia que a jovem saiu de casa após uma conversa através do aplicativo WhatsApp. Com o sumiço, a família procurou a polícia para comunicar o desaparecimento.

Géssica tem dois filhos e a polícia continua em diligências para localizar seu paradeiro.

Fonte: Blog Central de Polícia, com informações do Jacuipe Notícias e imagens reprodução