' ANGICO NO AR: Áudios mostram cantora gospel Daniela Araújo sendo impedida de usar drogas

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Áudios mostram cantora gospel Daniela Araújo sendo impedida de usar drogas

Na manhã desta terça-feira, 8, áudio divulgado no Facebook está dando o que falar nas redes sociais, por associar a cantora gospel Daniela Araújo ao uso de drogas. No material, uma voz feminina que seria da cantora é ouvida em discussão com Victor Romanini, rapaz que afirma ter sido seu namorado.

De forma agressiva, ela discute com ele, pedindo-lhe que devolva a substância, já que Victor a teria escondido para que a cantora não usasse. No entanto, um terceiro homem entra em cena e tenta contornar a situação. Por fim, ele repassa a substância para a cantora, que se acalma. Em um texto publicado junto ao áudio, Victor afirma que, durante o tempo em que se relacionou com Daniela, ”tinha esperança de que ela mudasse, mas isso não aconteceu”.

“O dinheiro dos dízimos e das ofertas não pode ir para a droga e ainda mais para quem está fazendo isso sobre o púlpito”, afirma. O rapaz afirma que está divulgando o áudio para que a cantora ”tome consciência de seus atos”. “Eu prefiro uma Daniela fora dos palcos do que uma vida nas drogas.’

Daniela Araújo é uma cantora e compositora paulistana que ganhou projeção por meio do trabalho na música cristã. A artista é filha dos cantores Jorge Araújo e Eula Paula, dois nomes de peso da música religiosa. Na carreira solo, a cantora tem quatro discos, sendo o primeiro, com o nome dela, lançado em 2011. 


Depois disso, Daniela lançou o disco Criador do mundo, em 2014, que acabou ganhando uma versão ao vivo em 2016. Seu último lançamento, Doze, aconteceu em janeiro de 2017. Também produtora musical, Daniela trabalhou nos discos de artistas gospel como Priscila Alcântara, Brenda, Bekah Costa e Gabriela Rocha. Nascida e criada na Assembleia de Deus, atualmente ela pertence à Igreja Batista. Daniela Araújo foi casada com o cantor adventista Leonardo Gonçalves entre 2009 e 2015. // UAI. 

Ouça os áudios abaixo:
Fonte: UAI