' ANGICO NO AR: Pastor evangélico é preso por suspeita de vender lotes de terra ilegalmente

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Pastor evangélico é preso por suspeita de vender lotes de terra ilegalmente

Equipe da Polícia Civil no momento em que dava detalhes do golpe aplicado(Foto: Acorda Cidade/Reprodução)
O pastor evangélico João Alves Filho, 53 anos, da igreja Casa do Povo, foi preso pela polícia de Feira de Santana nesta terça-feira(11), suspeito de envolvimento em vendas ilegais de loteamentos, situados na cidade. Por ordem da justiça, foram cumpridos, também, mandados de busca e apreensão na casa do pastor João Alves Filho e de outras três pessoas: João Henrique Lopes Alves, José Expedito Santiago da Silva e Vanderlino Oliveira Evangelista.
O mandado de prisão preventiva contra o pastor foi decretado pelo juiz Julio Gonçalves da Silva Junior, titular da 2ª Vara Criminal. “Segundo a decisão, existem indícios suficientes da participação do pastor nesse sistema de venda ilegal de lotes e em decorrência disso e da possibilidade de atrapalhar as investigações, a justiça achou por bem decretar a prisão dele. Aconselhamos às pessoas que estejam em processo de compra, que suspendam a atividade, tendo em vista a possibilidade de estarem sendo lesadas”, alertou o delegado João Uzzum, que cuida do caso.

De acordo com Uzzum, foram recolhidos documentos e computadores, que serão classificados e remetidos à Justiça. O pastor João Alves Filho foi submetido a exames de lesões corporais e encaminhado ao Presídio Regional de Feira de Santana.
Com informações do Acorda Cidade