' ANGICO NO AR: Acusado de integrar quadrilha que matou dois policiais em Bom Jesus da Lapa é preso em SP

quinta-feira, 9 de março de 2017

Acusado de integrar quadrilha que matou dois policiais em Bom Jesus da Lapa é preso em SP

A Polícia Civil da cidade de Campinas, em São Paulo, prendeu nesta quarta-feira (8), Gildazio Pereira Mendes, acusado de integrar uma quadrilha que tentou assaltar bancos no município de Bom Jesus da Lapa, no Oeste da Bahia, no dia 22 de janeiro, resultando na morte de dois policiais e um ferido.

De acordo com a polícia, Gildazio é suspeito de ter interceptado e explodido um carro forte, no dia 2 de dezembro de 2016, na BR-030, próximo ao Entroncamento do Iuiú. Contra Gildazio havia um mandado de prisão em aberto, expedido pela justiça baiana.

Gildazio é suspeito de fazer parte da facção criminosa PCC – Primeiro Comando da Capital, que vinha liderando uma quadrilha de assalto a veículos e comércios nos municípios de Malhada, Iuiú, Palmas de Monte Alto,Carinhanha,Serra do Ramalho e Bom Jesus da Lapa. Ele ficou preso em São Paulo, pelo crime 180 e em Carinhanha pelo crime 157, em 2008, depois de interceptar veículo carregado de bebidas.

No dia 16 de junho, o mesmo tentou contra sua própria mãe fazendo um disparo de arma de fogo, mas não acertou. Gildazio é suspeito de ter atirado contra carro do sargento aposentado da Polícia Militar Abdias, na noite de 29 de março, na BR-030, em Malhada. O sargento seguia para o município de Palmas de Monte Alto, quando ao passar no Entroncamento da Lapa, na divisa com o município de Iuiú, ouviu dois tiros que foram disparados contra seu veículo.

Recluso na cidade de Campinas, Gildazio deve ser recambiado para o Estado da Bahia, onde deve ficar custodiado no presidio de Guanambi.
Fonte: Folha do Vale