' ANGICO NO AR: Vídeo mostra momento exato em que turista é ferida por raio em praia de SP

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Vídeo mostra momento exato em que turista é ferida por raio em praia de SP

Imagens obtidas pelo G1 mostram o exato momento em que uma turista é atingida por um raio na Praia do Sonho, em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Taline Campos, de 25 anos, teve uma parada cardiorrespiratória e foi internada em estado crítico.
Um vídeo registrado por um morador da cidade mostra como tudo aconteceu. Taline caminha tranquilamente pela beira do mar, mesmo após a tempestade ter se formado. Em determinado momento, ela é atingida em cheio pelo relâmpago e cai no chão. Uma outra pessoa, que estava ao lado dela, não se feriu.

Assim como Taline, outros moradores e turistas também preferiram não se abrigar durante a tempestade. No vídeo, é possível identificar pelo menos dez pessoas, incluindo crianças, a menos de dez metros da jovem, que caminhava sozinha no momento do acidente.

Resgate
Banhistas que estavam perto do local do acidente chamaram o Serviço Atendimento Móvel Urgência (Samu). A jovem foi encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Sabaúna, em estado gravíssimo.

O resgate da mulher foi feito em menos de 15 minutos, e ela precisou ser sedada e entubada. Segundo apurado pelo G1, na manhã desta segunda-feira (2) ela foi transferida para um hospital de referência na Grande São Paulo. Taline é moradora de Guarulhos.

Região campeã de raios
De acordo com o climatologista Rodolfo Bonafim, diretor científico da ONG Amigos da Água, a região da Baixada Santista é campeã em incidências de raios durante o verão. "As pessoas estão sendo imprudentes. Os turistas, por falta de conhecimento, acham que nada vai acontecer com eles. As pessoas precisam ficar espertas. A dica é olhar na direção do continente e observar as nuvens mais escuras. Isso pode evitar acidentes", afirma.

Segundo Bonafim, a tempestade deste domingo pegou muita gente de surpresa, já que as nuvens carregadas chegaram repentinamente acompanhadas por uma forte ventania.

"Tudo aconteceu muito rápido. Os bombeiros pedem para as pessoas saírem e muita gente ignora. O que aconteceu foi uma descarga pontual. O raio cair em uma pessoa é raro. Normalmente, as mortes acontecem quando o raio cai na areia ou no mar e as pessoas recebem o choque", diz.

O climatologista explica ainda que, provavelmente, a banhista foi atingida por estar em contato com a água salgada. "A água salgada é um condutor de eletricidade. O ponto mais alto entre a areia e a nuvem é a pessoa. Ela acabou virando uma espécie de para-raio. O relâmpago atingir a pessoa pela cabeça pode acontecer, mas é uma situação extremamente rara", completa.
Confira no vídeo abaixo: