' ANGICO NO AR: Dois policiais militares são sequestrados e mortos em Bom Jesus da Lapa; outro PM foi ferido

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Dois policiais militares são sequestrados e mortos em Bom Jesus da Lapa; outro PM foi ferido

Os dois soldados foram mortos por bandidos que tentavam assaltar bancos em Bom Jesus da Lapa (Foto: Reprodução)
Um confronto entre policiais militares e bandidos em Bom Jesus da Lapa, no Vale do São Francisco, terminou com dois PMs mortos e um ferido, na madrugada desta segunda-feira (23). De acordo com o Departamento de Comunicação Social da Polícia Militar (DCS), os soldados Everton Oliveira, 26 anos, e Gilberto Lemos Silva Júnior, 28, foram sequestrados e mortos por assaltantes. 

Uma guarnição da 38ª Companhia Independente da Polícia Militar (Bom Jesus da Lapa), da qual os policiais faziam parte, tentou impedir roubos a duas agências bancárias no centro da cidade - uma do Banco do Brasil, outra do Bradesco -, na noite de domingo (20). Depois de trocar tiros com os assaltantes, Everton e Gilberto foram levados como reféns e, em seguida, foram mortos pelos bandidos. Na troca de tiros, o soldado José Cardoso Pereira foi baleado e encaminhado a um hospital da região, mas passa bem. A polícia não informou quantos suspeitos participaram da ação.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA), durante a ação criminosa, os suspeitos estouraram transformadores na entrada da cidade e fecharam as saídas de Bom Jesus da Lapa – chegaram até a atravessar um caminhão para impedir o acesso ao município. Foi quando uma guarnição do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), que fazia rondas na região, ao se deparar com os criminosos, trocou tiros e um dos integrantes da quadrilha morreu no local.

Explosivos foram encontrados pelos policiais (Foto: Reprodução)
Os demais assaltantes conseguiram fugir, mas o Bope localizou um dos carros usados pelos criminosos – um Toyota SW4 branco – que continha explosivos e munições.

Gilberto era policial militar há um ano e sete meses, enquanto Everton integrava a corporação há um ano e oito meses. Em 23 dias, desde o início de 2017, o número de policiais militares mortos no estado chega a seis. Em nota, a Polícia Militar lamentou a perda dos soldados.

“A Polícia Militar está enlutada e compartilha com as famílias e amigos a dor da perda de dois irmãos de farda, ao tempo que informa a adoção de todas as medidas operacionais para identificar e prender os autores deste crime”, informou a corporação, em nota. Já na manhã desta segunda-feira, equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar fazem diligências na região com o objetivo de encontrar os autores do crime.

PRF lamenta mortes
Em nota publicada na rede social Facebook, Polícia Rodoviária Federal (PRF) da Bahia lamentou as mortes dos policiais no ato que a companhia definiu como uma "ação covarde". "Nossa missão coloca-nos muito próximos do mal que todos evitam", diz a nota.

Confira a publicação:
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) que a expressa o mais profundo pesar pela morte dos Policiais Militares Everton Oliveira de Santana e Gilberto Lemos Silva Júnior lotados na 38ª Companhia Independente de Polícia Militar, vítimas de ação covarde após ataque de grupo criminoso durante a noite deste domingo (23) em Bom Jesus da Lapa/BA.

Nós da PRF estamos presentes no Brasil inteiro e constantemente trabalhamos com policiais militares e outras forças de Segurança Pública. Conhecemos as mazelas sociais de perto. Somos aquela parte da sociedade que não fica sabendo do crime pelo filtro de uma câmera. Nossa missão coloca-nos muito próximos do mal que todos evitam. Não importa uniforme ou fardamento, somos todos policiais por isso estamos de luto.
Fonte: CORREIO