' ANGICO NO AR: Trio é preso ao tentar receber R$ 75 mil em golpe contra o INSS em Tucano- BA

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Trio é preso ao tentar receber R$ 75 mil em golpe contra o INSS em Tucano- BA

Três pessoas foram presas na cidade de Tucano, no nordeste da Bahia, após tentarem receber uma quantia de R$ 75 mil referente ao auxílio-reclusão em nome de uma pessoa que não existe. A Polícia Civil divulgou a informação nesta quinta-feira (28).

Conforme a polícia, os suspeitos foram detidos quando deixavam uma agência bancária na quarta-feira (27). A polícia acredita que os três presos façam parte de uma quadrilha de estelionatários que aplica golpes no Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

O auxílio-reclusão é um benefício voltado apenas aos dependentes do segurado do INSS, preso em regime fechado ou semiaberto, durante o período de reclusão ou detenção. Para que os dependentes tenham direito, é necessário que o último salário recebido pelo segurado seja de até R$ 1.212,64

A polícia informou que foi alertada por meio de uma denúncia anônima que falou o dia e a hora em que os três iriam tentar receber o dinheiro. O gerente da agência, já informado do golpe pela polícia, pediu para o trio retornasse ao posto do INSS, pois havia ocorrido um problema na solicitação do auxílio-reclusão feito por uma das integrantes da quadrilha e assim que eles saíram do banco, receberam voz de prisão dos policiais que aguardavam a saída deles do lado de fora da agência.

Os três foram autuados em flagrante por formação de quadrilha, uso de documento falso, falsidade ideológica e estelionato. Eles estão na Delegacia de Euclides da Cunha, no norte do estado, à disposição da Justiça.

Outros casos

Conforme a Polícia Civil, no início desta semana, os investigadores da Delegacia de Euclides da Cunha, haviam flagrado quatro homens, também suspeitos de integrar outra quadrilha de estelionatários, tentando dar entrada em pedidos de aposentadorias, usando documentos falsos, em agências do INSS, em Tucano e Euclides da Cunha.

Um deles foi preso na terça-feira (26), em Euclides da Cunha, com carteira de identidade, certidão de nascimento e compravante de endereço falsos. O gerente do posto do INSS desconfiou da autenticidade dos documentos e acionou a polícia.

Já na segunda-feira (25), em outro posto do INSS, desta vez em Tucano, outro homem foi flagrado com documentos falsos tentando entrar com pedido de aposentadoria. Ele estava acompanhado de dois homens que também foram presos.

Desconfiado da legitimidade dos documentos, o gerente entrou em contato com a delegacia de Tucano, que enviou uma equipe até o posto e comprovou as falsificações. O delegado Miguel Santos Filho, titular de Euclides da Cunha, vai apurar se as duas quadrilhas agiram em outras cidades da região e se mais pessoas estão envolvidas nos golpes.

Os quatro presos também foram autuados em flagrante por formação de quadrilha, uso de documento falso, falsidade ideológica, estelionato e estão na carceragem da delegacia de Euclides da Cunha, à disposição da Justiça.

Fonte: G1 BA