' ANGICO NO AR: Cientistas conseguem “deletar” DNA do vírus da Aids e podem chegar à cura; entenda

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Cientistas conseguem “deletar” DNA do vírus da Aids e podem chegar à cura; entenda

Os cientistas descobriram como retirar o vírus HIV de células e órgãos.
Atualmente o tratamento para o vírus HIV oferece uma boa expectativa de vida. Mesmo assim, a busca pela cura ainda é obstinada. Por isso, a notícia de que cientistas conseguiram “deletar” o DNA do HIV de um tecido humano pela primeira vez gerou tanta empolgação na comunidade científica. A descoberta, apesar de recente, pode ser o primeiro passo em direção à cura. Entenda melhor a seguir.

Cura da Aids: nova esperança
Os pesquisadores, que anteriormente já haviam publicado os resultados bem-sucedidos da retirada em laboratório do DNA do HIV de células infectadas, mostram agora que é possível fazer o mesmo com estruturas maiores, como órgãos.

Como fizeram isso?
Os pesquisadores da Temple University, nos Estados Unidos, utilizaram tecnologia de edição genética para remover o DNA do tipo mais comum de HIV (o HIV-1) de vários órgãos infectados de um rato e um camundongo.

Eles fizeram isso utilizando um vírus adaptado em laboratório para penetrar em diversos órgãos infectados pelo HIV e editar o DNA do vírus, o que significa o mesmo que remover o genoma do vírus e eliminar sua ação.

Próximos passos
A expectativa é que a tecnologia de edição genética consiga, futuramente, eliminar o DNA do HIV-1 dos pacientes, mas, antes disso, os cientistas planejam fazer um estudo mais amplo em animais e outro em humanos.

Por: Bolsademulher